Sotaque da terra



Estas pedras
sonham ser casa

sei
porque falo
a língua do chão

nascida
na véspera de mim
minha voz
ficou cativa do mundo,
pegadas nas areias do Índico

agora,
ouço em mim
os sotaques da terra

e choro
com as pedras
a demora de subirem ao sol

........................
* Poema constante de Raiz de Orvalho e Outros Poemas (Caminho)

│Autor: Mia Couto

Comentários

OS 10 POSTS MAIS VISITADOS DOS ÚLTIMOS 30 DIAS

ÚLTIMO GRITO CONTRA A ESCURIDÃO

CONSUMAÇÃO

POEMAS DE PEDRO DU BOIS

VIAJANDO NA MADRUGADA

O PIANO

SOMBRAS E SOBRIEDADE

ÁVIDA FLAMA INCESSANTE

SERTÃO

CATILINA